ENTREVISTA: Kat McNamara fala sobre a decisão chocante de Clary ao EW
15 de agosto de 2017 categoria principal: Entrevistas
Postado por Leili Santos
COMPARTILHE

ESSA ENTREVISTA CONTÉM SPOILERS DA SEASON FINALE DA 2° TEMPORADA DE SHADOWHUNTERS

Se você pensa que a morte de Jonathan seria o grande suspense da Segunda Temporada de Shadowhunters, você não poderia estar mais errado. Jonathan não apenas está vivo, mas ele invocou algum tipo de demônio que ele chama de “mãe”. Ah, e ainda há esse pequeno fato de que Valentine matou Jace, o que enviou Clary para uma espiral de raiva e fez com que Clary matasse Valentine e usasse seu “desejo” com o anjo para ressuscitar o homem que ama. (Sim, eles se amam novamente – ou pelo menos de acordo com aquele beijo que eles deram.)

EW falou com a estrela Katherine McNamara sobre os maiores momentos da finale, começando com a morte de Jace e esse momento sendo o que estimulou Clary a matar Valentine.

“Para Clary, perder o Jace foi um ponto de ruptura,” diz McNamara. “É a última coisa que Valentine pode tirar dela e é a única coisa a qual ela estava se segurando. Essa é a última gota para Clary e você vê, você vê ela quebrar. Você vê Clary pela primeira vez deixando de cuidar de sua própria vida e a vê entrar em quase uma raiva cega.”

Essa raiva cega é o que leva Clary a matar Valentine, golpeando-o repetidamente, algo que McNamara revela que foi exagerado quando eles editaram o episódio. “Eu na verdade não o golpeei tantas vezes consecutivamente, mas fico feliz por terem editado do jeito que eles fizeram, porque isso realmente controla o ponto em que ela fez sua escolha, ela deu esse passo, ela é uma Shadowhunter agora e fará o que é certo. Acho que ela se surpreende mesmo naquele momento, a brutalidade que ela mostra em relação a Valentine, mas é um passo tão grande para seu caráter porque, finalmente, conseguimos ver aquele fogo e aquele guerreira dentro dela.”

McNamara aponta a ironia de que é o Morgenstern dentro dela que matou Valentine. “É essa ferocidade e essa natureza selvagem que Valentine e Jonathan possuem que sai dela pela primeira vez, e acho que até mesmo assusta Valentine um pouco”, diz ela.

Mas Clary não é a única pessoa que tomou uma grande decisão no final. Os minutos finais da série revelaram que Simon fez, de fato, um acordo com a Seelie Queen, e é isso algo wue Clary não vai gostar. “O fato é: Seelies são muito bons em esconder as coisas, então deixam uma porta aberta para ver o que vai acontecer, o que eles querem com Simon”, diz ela. “A Rainha Seelie é muito boa em colecionar seres poderosos e Simon é um desses seres poderosos e, então, mais pra frente, veremos o que acontece. Mas honestamente, Clary tem muita coisa contra a Seelie Queen. Esta criança ou mulher, ou qualquer outra forma que ela se torna, é a única pessoa no Mundo das Sombras de que Clary não pode dar o benefício da dúvida, e tenho um sentimento – ou pelo menos espero que no futuro – que haverá um confronto entre as duas.”

Independente da ação que aconteceu no Mundo das Sombras, o final também foi um grande momento na vida pessoal de McNamara quando seu primeiro single original tocou na cena da festa no bar. “Se chama ‘Ember’ e eu escrevi há algum tempo, mas é realmente especial para mim e fico feliz por encontrar um espaço na série”, diz ela. “Eu escrevi logo depois que filmamos na Primeira Temporada e é parcialmente inspirado nos personagens, mas também por algumas coisas que aconteceram na minha vida – todos nós temos momentos na vida quando duvidamos de quem somos por causa de alguém ou algo que aconteceu, mas, apesar de tudo isso, há um pouco de esperança que sempre está dentro de cada um de nós – há uma faísca nas cinzas que está pronta para reviver a qualquer momento e esse momento é sobre o que é a música. Eu pensei que se encaixava tão perfeitamente no episódio final que eu fiquei tão agradecida que eles incluíram a música.”

Fonte | Tradução: Equipe Kat McNamara Brasil