ENTREVISTA: Kat McNamara conta tudo sobre Shadowhunters ao Tribute
04 de abril de 2016 categoria principal: Entrevistas
Postado por Leili Santos
COMPARTILHE

Kat falou sobre Shadowhunters e mais ao site Tribute, confira:

Você pode ter lido os livros ou visto o filme e agora há uma série que diverte fãs a cada semana. Estou me referindo a Shadowhunters: Os Instrumentos Mortais, que atualmente é transmitido na Netflix todas as quartas-feiras. É baseado na série de livros best-seller Os Instrumentos Mortais por Cassandra Clare e foi adaptado para a telona em Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos.

Eu me encontrei com a estrela principal da série, Katherine McNamara, que interpreta Clary Fray. Ela nos contou sobre como a série vai entreter os fãs do livro e acolher novos. Ela também revela o seu livro de fantasia favorito e seu papel dos sonhos.

Esta série tem muito para comparar com os livros e a adaptação cinematográfica. Como a série irá se diferenciar do livro? Será que ela pega de onde o filme parou?
Não. Estamos começando novamente com a série de televisão. Somos basicamente uma perspectiva nova, fresca da série de livros. Nós usamos o novo meio da televisão como nossa vantagem e usamos o tempo que temos a nosso favor. Nós somos capazes de levar mais tempo para explicar certos aspectos da história, enquanto ainda seguimos em frente e realmente enfatizamos as partes da história que são importantes para a nossa perspectiva. Nós estamos definitivamente fazendo uma tomada de maneira mais sombria, mais ousado, mais corajoso na história do que qualquer outra adaptação. Eu acho que é muito emocionante. Nós definitivamente encontramos um bom equilíbrio para ambos os fãs da série de livros e novos fãs que ainda têm de enfrentar esse mundo. Você sabe, nós temos alguns elementos que as pessoas gostam e nós definitivamente nos mantivemos fiéis aos personagens e ao espírito dos livros, mas trouxemos novos personagens. Nós trouxemos personagens de livros posteriores na primeira temporada e nós meio que misturamos no decorrer da história.

Que tipo de treinamento você tem que fazer para as cenas de ação? Você teve um dublê?
Tivemos dublês, mas eu e a maior parte do resto do elenco realmente tínhamos orgulho de fazer nossas próprias cenas de ação. Então, qualquer coisa que a produção deixasse que nós fizéssemos, nós fizemos. Houve apenas algumas cenas ao longo da temporada que minha dublê fez apenas para fins de segurança, porque era muito perigoso que eu fizesse isso sozinha. Mas isso foi verdadeiro para todos nós. Na maior parte, nós aprendemos com nossos dublês como fazer as coisas e como fazê-los com segurança. Tivemos um monte de treinamento fora do estúdio também. Tivemos treinamento na academia com um personal trainer que nos deixou em forma e também tivemos treinamento com armas de todos os diferentes e incontáveis tipos de equipamentos de matar demônios que usamos na série. Também tivemos treinos de ginástica para nos ajudar com nossas acrobacias.

Você sente a pressão sabendo que há uma enorme base de fãs dos livros e dos personagens?
Há uma pressão, mas também é emocionante. É um pouco uma faca de dois gumes. É incrível e uma enorme honra estar sendo parte de um projeto que muitas pessoas estão animadas sobre e muitas pessoas são tão queridas. Você sabe, quando você lê uma série de livros, especialmente um como esta, que tem uma base de fãs forte, sua imaginação acrescenta muito para a experiência e você realmente tem uma relação pessoal com a história e com esses personagens. E, você sabe, quando você é convidado a trazer isso para a vida, é tão incrível ter essa emoção, mas também é uma grande responsabilidade, porque um monte de pessoas que são fãs desses livros têm realmente crescido com esses personagens e estes personagens tornaram-se seus heróis, e eles têm opiniões muito fortes em relação a eles. Por meio disso temos de tentar fazer o nosso melhor para fazer justiça aos sentimentos dessas pessoas e para a história e para esses personagens. Mas, afinal, o que nós pedimos para os fãs dos livros é que mantenham a mente aberta e venham nesta jornada conosco e nos deem uma chance para realmente desenhá-los.

Além disso, qual é o seu livro de fantasia favorito?
Oooh! Meu livro de fantasia favorito? Eu não diria que ele é realmente um livro de fantasia, mas meu livro favorito que eu li quando criança era “Uma Grande Aventura”. Eu amei. Eu era um grande nerd quando criança e ainda sou. Ele me fez pensar muito sobre a sociedade e a humanidade. Foi apresentado alegoricamente com coelhinhos. Por isso, foi de uma forma que eu pudesse entender em uma idade jovem. Ele realmente fez a diferença para mim.

Qual personagem fictício você adoraria interpretar na telona?
Oh! Há tantos. Isso é difícil de escolher. Eu adoraria me juntar ao universo Marvel de alguma forma. Eu acho que seria muito divertido. Eu meio que interpreto uma super-heroína na TV, mas ser parte do universo Marvel na telona seria um verdadeiro sonho.

Você tem um papel dos sonhos?
Eu honestamente não tenho. Eu não gosto de me limitar dessa forma. Eu gosto de ficar aberta ao que aparecer no meu caminho. Eu acho que é realmente emocionante ver o que está lá fora e o que surge. Eu estava obcecada com os filmes antigos de Hollywood dos anos 40 e 50, e eu só recentemente assisti Gilda, com Rita Hayworth. Se esse filme um dia fosse refeito, este seria meu papel dos sonhos.

Você já atuou em televisão e no cinema – qual deles você gosta mais?
Honestamente, espero prosseguir com os dois. Eu amo Shadowhunters tanto e espero que continue por muitos anos, mas eu também gostaria muito de mergulhar mais fundo no mundo do longa-metragem. Ambos são tão diferentes e eles exercitam diferentes músculos, e afetam meu cérebro criativo e minha carreira de maneiras diferentes, tanto fisicamente, mentalmente e emocionalmente. Eu não gosto de ficar presa em uma coisa por muito tempo. Eu gosto de ficar na ponta dos pés e continuar crescendo e continuar andando. Indo e voltando entre diferentes mídias é uma maneira de fazer isso por mim.

O que vem em seguida para você?
Em seguida, eu espero para filmar o terceiro filme de Maze Runner. Filmamos Maze Runner: Prova de Fogo ano passado e foi tão incrível. Foi tão divertido. E se o filme é um sinal verde, vamos começar Maze Runner: A Cura Mortal em breve, espero. De modo que seria incrível fazer parte dessa família novamente. Também, espero para voltar a Shadowhunters com mais uma temporada. Além disso, eu realmente gostaria de encontrar um projeto que é algo muito psicanalítico e fundamentado na realidade, e mais sobre a humanidade do que qualquer outra coisa.

Muito obrigado por conversar conosco. Estou mantendo meus dedos cruzados por você. Desejo tudo de bom!
Aww, obrigada!

Fonte | Tradução: Thays – Equipe Kat McNamara Brasil